Posts Tagged ‘boate’

Uma ponte, uma muralha

18/01/2014

Intransponível!

As bichas sempre foram muito reclaMONAS quando o tema era passar de Vitória para Vila Velha e vice-versa. Eu achava que era preguiça, mas… porra! Não é para menos! Passar de uma cidade para a outra a noite é uma tarefa que exige muita força de vontade, sorte e aqué.

Sempre achei exagero das gueis de Vitória essa vibe, mas isso porque eu era uma bicha novinha e guerreira, que quando saía a noite ficava até o dia amanhecer e o ônibus regular já estava circulando. Agora que sou uma senhora casada moradora da cidade de Vitória e que sinto vontade de voltar antes para casa, frequentar qualquer coisa em Vila Velha a noite se tornou uma missão impossível.

Nem com transporte alternativo dá!

Durante o tempo que morei em Vila Velha fiz muitos amigas lá – a maioria deles mora em Canela Verde City- e está ficando cada vez mais difícil vê-las, como se elas morassem em um estado longínquo. Nem eles conseguem vir para cá, nem eu posso ir para  lá, simplesmente porque não tem como, não há possibilidade transporte!

Ir de carro não dá, lei seca está aí, nervosa e funcionando, o que é corretíssimo, e as beeshas gostam de um otim, daí já viu. Voltar de táxi é proibitivo por conta do preço: qualquer corridinha pela ponte fica pelo menos 60 contos. Transporte coletivo pode passar ou não e você corre o sério risco de ficar horas esperando com o braço caindo de tanto levantar e mesmo quando um ônibus passar é capaz de ele não parar (em Vitória sabemos que isso é extremamente comum).

Única forma de conseguir ônibus na madrugada.

Bizarramente vale mais a pena você se hospedar do que conseguir se transportar de uma cidade a outra, que estranhamente estão na região metropolitana e não são distantes. Isso é um desafio para as casas noturnas. Esses problemas estruturais fodem com os entretenimentos noturnos, se a pessoa quiser sair tem que ficar com o que tem na sua região, não há integração entre os municípios em período noturno. DESANIMA!

Fico indignadãm!

Nossas cidades estão ficando cada vez mais chatas e velhas por conta de pequenas coisas como essas. É como se tudo fosse feito apenas para que pudéssemos trabalhar, diversão noturna não faz parte das políticas públicas (vide também o caso do ‘Celebration’).

Isso porque nem estou falando sobre a Serra e Cariacica, hein?

BOMBA de final de ano!

07/01/2014

Olha, não sei se é verdade, mas a Dupla Altar acabou de postar a seguinte informação na sua timeline:

ixi

Clique para ampliar

Agora Vitorinha inteira faz aquela cara de paisagem de quando a mãe do nosso amigo tá brigando com ele na nossa frente:

tumblr_mvtj0aC3WR1qdlh1io1_250

Mais informações sobre a nova boate de Vila Velha

04/07/2013

Tenho notícias quentinhas sobre a boate Angels Lounge, que vai inaugurar dia 6 aqui em Vila Velha, e queria dividir com vocês.

Primeiro, o flyer:

PANFLETO em curva

Clique para ampliar

Pois é, a informação que eu tenho é que essa boate será voltada para o nicho de mercado que foca em shows eróticos. Sim, piroca e racha de fora! Até pras sapas tem diversão, e é raro pensarem nelas, coitadinhas.

Quer dizer, eu não conheço nenhuma boate (exceto a chica, quando trazia Lola Batalhão) que forneça esse tipo de entretenimento, acho sim super louvável esse mercado se expandir aqui no Espírito Santo, aos modos da Le Boy lá do Rio de Janeiro.

Segundo a direção da boate:

A Angels Lounge é uma casa genuinamente GLS, que dará oportunidade para drags locais, dj’s locais e gogo boys capixabas. Viemos com uma proposta diferente de ousar com a produção de shows eróticos e sensuais, de strip total tanto masculinos como femininos.

Cata as fotos dos dançarinos da inauguração:

top gogirl janine

 

gogo boy mono tauro rj

Então, fica a dica pra você que está cansada da programação local, que  não se conforma de ver os dançarinos só de cueca em cima do palco e fica louca pra subir lá e arrancar a sunga do boy no dente.

Segue o endereço:

Rua: Avenida Darly Santos, Nº 74 (Antigo Baladas)

Bairro: Nossa Senhora da Penha

Cidade: Vila Velha – ES

Rola na boca pequena: Tradicional boate gay vai fechar!

10/03/2013

Untitled 1Estou em choque até agora com o bafo que está rolando nas conversas de mictório.

Nada está oficialmente confirmado, mas ao que tudo indica, uma tradicional boate da Grande Vitória está com problemas financeiros e fechará as portas em breve.

Qual a casa noturna? Não faço ideia.

-

Só tenho um gif para explicar esse problema financeiro repentino:

pomba

Análise – Boate Rouge House Club

11/01/2013

Fujo de inaugurações

Frequento boates gays há 6 anos. E nesse período já vi muita casa noturna abrir e fechar as portas. E se tem algo que aprendi foi a nunca ir a inaugurações. É sempre lotado, e há grandes chances de o espaço ainda não estar preparado: cheiro de tinta, ar-condicionado faltando e sistema de cartões/comandas não funcionarem.

Porém minha ida a Rouge House (na semana seguinte a inauguração, dia 21/12) foi por acaso. Ainda que eu havia dito que ia aparecer lá como naquele reality inglês de restaurantes em que o crítico aparece de surpresa e a paisana para ter uma impressão verdadeira do recinto, vim colocado de uma festa com amigos e em que as guei quiseram esticar… Mas deu pra ter boas impressões do local que compartilho com vocês agora:

“Welcome to the Moulin Rouge!”

A estrutura. Pra quem conheceu a Moulin Rouge é o mesmo espaço. Para quem conheceu a Heaven Brazil é o dobro do tamanho, já que são dois andares! Cabem mil pessoas lá, daí dá pra ter uma ideia. É possivelmente a maior – espacialmente – casa noturna GLS da Grande Vitória (confirma, produção?).

Ela está bem bonita, com uma estética simples.  Lembra um cabaré ou uma casa da luz vermelha. Chama a atenção o palco, bem estruturado pra receber shows, decorado com dois telões de leds. Podemos dizer que essa corresponderá a nossa Blue Space (dada as devidas proporções), por conta desse bom espaço pra shows.

Há uma quantidade bastante razoável de bares (dois no andar de cima, sendo um uma champanheiria, e um enoooorme no de baixo), ou seja, dificilmente esperará pra beber lá. A pista de dança, que fica embaixo, está certinha e preparada, mas também não tem nada demais. Talvez um problema seja que o lugar inteiro seja iluminado demais, eu desceria um pouco aquela luz. Tem um lugar escondidinho ao lado da pista  que tem muita luz, sério, eu deixaria ali apagado pras beeshas se pegarem. Seria um atrativo a mais para a casa (tem umas gays que são tímidas, tsá?!). Além disso, quem fuma achou a área de fumantes pequena, pois formou-se uma filinha pra utilizá-la (e sabe como é fumante, né, quando elas querem pitar sai da frente).

Sub-Zero Win!

Ao contrário da inauguração (alá, não falei), a refrigeração estava ótima. A boate estava geladíssima, gente. Inclusive tinha um tufão gelado na saída da escada, no segundo andar que quando você passava por lá parecia que estava tomando um golpe do Sub-zero, juro, dava pra passar frio. A ursarada ficava tudo em volta. Elas curtem clima frio.

Da estrutura o pior está sendo o banheiro. Estão feios, não estão dando conta do público e num deles o teto está meio caído. Pra piorar, no dia que fui, umas beeshas deram PT e vomitaram os mictórios todos. Ou seja, se já tinham poucos, diminuíram  P.S.: acho chique darem manutenção na limpeza dos banheiros a noite toda #ficaadica.

O atendimento. A já famosa boa recepção do Thiago Nunes se fez presente. Ser recebido de forma bem educada e  galanteadora, quase amável, tinha se perdido nas boates da Grande Vitória. Os problemas de entrada eram rapidamente resolvidos de maneira atenciosa. Trouxeram de volta a figura da GlamDoor (aquela drag finíssima que fica na porta cumprimentando e recebendo os clientes), que eu adoro, e que segue a tradição deste tipo de estabelecimento. Dá gosto chegar em lugares assim,  nos sentimos realmente bem-vindos. Nos bares, o serviço estava ágil e preciso. PONTO!

As atrações. As atrações quando eu fui estavam bem legais. Teve a amadíssima Labelle, aquecendo a galera. Depois teve duas drags que faziam coreografias sincronizadas, que foi o que teve de mais legal naquela noite. Por fim, houve uma drag bate-cabelo que trouxeram de São Paulo. Nada demais, qualquer drag daqui faria o mesmo por 1/3 do valor. Mas, de maneira geral os shows foram bons. Legal seria se mantivessem uma programação interessante como essa para ocupar o espaço incrível do palco.

“Partiu, faces”

O público. Muita bicha bonita, bem vestida e gostosa. Sabe daquelas que tem uma carinha de que posta “boa noite, faces!”? Então…

O preço. Salgadíssimo. Olha,  tem que ter muitos salários mínimos para ficar colocado ali. Quando fui, a cerveja estava R$8, a água (da pequena de 300ml) estava 4 reais. Meus 50 arô de consumação foram em minutos embora! Ouvi dizer que a casa ia rever esses valores. Precisa mesmo, se não fica difícil, viu?

Por fim, adorei a casa e voltaria. Vá também e confira com seus próprios olhos:

Serviço – ROUGE HOUSE CLUB
Endereço Rua João Joaquim da Mota, 390 – Praia da Costa – Vila Velha/ES
Telefone (27) 9694-8736
Informação no Grupo do Facebook.

Bafinho… com mau hálito

18/10/2012

Aconteceu em Vila Velha, e os comentários estão bloqueados para evitar que vocês falem pelos cotovelos.

Uma bee muito elegante estava numa boate e resolveu ir ao banheiro. Educada que só, viu que a porta estava fechada e esperou na fila até que quem estava lá dentro saísse.

A beesha esperou por 30 minutos e, cansada de ficar plantada ali, entrou. Quando ela entrou o chão estava todo molhado e duas gays passaram correndo pro lado de fora.

Desconfiada, ela entrou no reservado devagarzinho e quase morreu quando viu a mangueira da descarga do vaso arrancada (vazando água) e quilos de nena boiando na água. Sim, meninas, a gay fez a chuca no vaso da boate!

Pensem no desespero da beesha que FEZ a chuca! Pra ela ter arrancado a mangueira do vaso e feito isso… eu imagino o intestino dela desse jeito quando sentou:

BABADO! Breve nova boate GLS em Vila Velha

04/09/2012

Aparentemente, a noite gay capixaba ganhará mais uma opção de diversão.

As informações iniciais dizem que a nova casa noturna será uma boate que se chamará Rouge House Club e será na Praia da Costa, bairro nobre de Vila Velha, onde se localizava a antiga Heaven Brazil.

Também nos foi dito que os antigos promoters da boate Move Music, em sua lendária formação com Thiago Nunes, estaria envolvida nessa nova empreitada.

Ainda não há data de inauguração.

Não é demais? Se alguém souber de mais alguma coisa nos conte TUDO!

E a ansiedade para esperar, como faz?

“…eu preciso.”

A nova boate já tem perfil no Facebook, pode ser seguida aqui ó.

Via comentários.

The end of Summer

17/05/2012

Imagem

Não, nem tenho palavras para dizer como 2012 está sendo terrível! Cada hora, morre mais um diva das beeeshosas, drags e travas!!! Nem nos recuperamos do baque da morte da Whitney, vem e morre a Donna Summer! COMO ASSIM???????? Não aceitooooooooo, não aceitooooooooo!!! Donna Summer morreu na manhã desta quinta-feira (17), aos 63 anos. A cantora sofria de câncer e estava vivendo na Flórida, nos Estados Unidos.

Além do luxo que era a Donna Summer, ela só fazia hits! Bee que é bee sempre se jogou ao som dos seus sucessos nas pixxxta da vida desde a época da finada Eros e da finada Queens (uma saudade: falsificar minha identidade e entrar na boate da Ilha da Fuuuumaça).  Eu já usei esse cabelo igual da foto na época de Viver a Vida… Dava um trabalho…

Mas, voltando a nossa diva! Por mais que ela não esteja entre nós, nas baladinhas ela será rainha absoluta! Vem diva e morre diva, mas a gente gosta é de uma boa baixaria do passado e disco music é clássico dos clássico!!!!

Beijoxxx Donna! E vamos relembrar o seu sucesso que mora nesse meu s2!!!!

mais informações, cata a matéria UÓl

Cala a boca e me ch*pa!

14/10/2011

"Eu quero seu cérebro!"

Os pensadores contemporâneos abominam o conceito de separação entre corpo e mente em duas entidades diferentes… mas olha, para quem procura um bad romance na noite gay capixaba isso fica cada vez mais dificil!

Comigo muitas vezes é assim: a gente escolhe um boy bonitão e sexy! A coisa está super quente e indo bem… mas acontece que o boy co-me-ça a se revelar… (#raquelfeelings). Ótimo é sempre bom conhecer pessoas, néam?! Mas é o boy abrir a boca para a gente descobrir que ele é um eshcroto e foder com tudo, porque  não sei vocês, mas meu limite de separação entre tesão e opinião sobre a pessoa é muito ligado. Se a pessoas tem posicionamentos retrógrados ou sem-noção sobre o mundo ou/e (geralmente é “e”) é ignorante, meu pênis fica murcho, escurece e cai de tanto que é brochante – até porque tem que me dar carinho, tem que me dar um bom caixinha. Dá um ódio! Dá vontade de segurar a cabeça da pessoa e gritar no ouvido dela “POR QUÊ? POR QUÊ? POR QUE NÃO FICOU QUIETO SE ERA PRA FICR FALANDO MERDA!”. O mesmo vale pra quem é antipático e carudo (a não ser que isso seja apenas em uma forma de humor). Talvez seja por isso que elas frequentem aquelas boates que são hiperbarulhetas que não dá nem para você conversar…

Leve Nietzsche pra academia!

O mesmo vale para o sentido oposto. Gente que não é bonita e te ganha só com o papo. Tem uns cafuçú, digamos, mais rústicos na aparência, mas que são tão legais, inteligentes e bem humorado que conseguem despertar o tesão na gente de um jeito…

Eu, modéstia a parte, sou desses que ganha o coração mais com o papo do que com esta minha bela face e este corpo de dar inveja… É só saber falar a coisa certa no ouveedjeenho pra arrastar qualquer um para a cama!

Olha, que fique claro aqui, não tô fazendo a linha “adote um feio”. Nããããão! A questão é que uma boa conversa as vezes é tão ou mais excitante que um corpo sarado. É ou não é?

Ou seja, dica do verão: além de entrar na operação ‘sunga branca’, que tal entrar também na operação ‘cérebro sem brancos’? #fikadika

Não tenho leitores fiéis!

28/03/2011

Porrãm, eu pensei que podia confiar em vocês. Estou me sentindo apunhalado… “eu não estou nervosa, estou magoada, estou com muito ódio dentro de mim, eu estou feridam estou pisada…“. Há semanas bomba um novo grande clássico do travatube – que não surgia desde de Patrícia Penosa – e vocês nem me disseram nada?! Como assim eu fiquei todo este tempo sem conhecer a Luisa Marilac, a Roqueta del Mar? Mas tá de boa, queridãns, amay e já foi direto pro meu ♥!

E pra mostrar que não guardo mágoa, vejam aí um remix bapho que eu já estou baixando NOW pra tocar na muatchy!


E teve boatosh que ela estava na pior. Se issso é estar na pior, porrãm, o que quer dizer estar bem, néam?

UPDATE: E antes de falar mal, beu abôr:

Será que a…? Será?!

30/07/2010

Corre um burburinho entre as drags capixabas, que depois de anos fechada, uma antiga (eu diria até histórica) boate gay do centro Vitória vai reabrir muito em breve. Dizem que algumas delas já até foram convidadas para fazer show no dia da reabertura do antigo inferninho babadeiro.

Alguém tá sabendo de algo mais sobre esse babado?

Excloosivo: Ink Lounge, nova boate em Vitória

21/05/2010

A logo

Eu ainda estou em choque com a notícia. Será inaugurada até o dia 11 de junho a boate Ink Lounge (lê-se “inque launge” pras que não foram alfabetizadas em inglês) no local onde era a antiga The One, na Praia do Canto, próximo a ponte Ayrton Senna. O espaço para aproximadamente 400 pessoas, dois bares e vai contar com Dj’s convidados como atração.

Pessoalmente, sempre achei o espaço da The Uó fabuloso, o que estragava era o público. Aquele teto rebaixado todo trabalhado nas luzes de led é um loosho, sem contar a decoração, especialmente a dos bares. O público GLS de Vitória ESTAVA precisando de uma coisa assim mais sofisticada.

Fotos do espaço ainda quando era The One.

Consegui uma entrevista via msn com o responsável pelo empreendimento, Diogo Baracho, empresário com experiência no ramo do entetenimento, de 29 anos e hétero. Baracho apesar de ser, como ele mesmo se define, um homem de poucas palavras, nos dá várias pistas de como será a nova casa noturna que pretende agitar a vida noturna da capital. Acompanhem:

Babado Certo: O que a Ink Lounge pretende trazer para o público GLS?

Diogo Baracho: Queremos trazer uma música excelente para o público dançar até de manhã! Muita simpatia e atrações nacionais.

BC: Show de drag queens, terá?

Baracho: Não, vai ser uma boate fina, sem exageros.

BC: Podemos dizer que pretende ser mais sofisticada, é isso? Você poderia falar um pouco sobre isso?

Baracho: Sim, é. Estamos reformando a boate e tenho ideias com luzes, cores, várias coisas legais.

BC: Você tem experiência com o público GLS? Acha que possui diferenças em relação ao público hétero?

Baracho: Não tenho nenhuma experiência, tenho amigos que são gays, algumas amigas bi. Acho que é um público mais tranquilo de se trabalhar, que gosta de coisas boas e que são bem exigentes.

BC: Você já investigou o mercado em Vitória? Conhece as outras boates da capital deste mesmo seguimento?

Baracho: Já conversei com várias pessoas que deram muita força e que queriam que ali fosse uma boate GLS. Já fui à Move, mas achei muito liberal lá.

BC: O que você considera liberal?

Baracho: Vulgar, para não usar outros termos. Muita gente andando sem camisa…

BC: Isso será diferente na nova casa?

Baracho: Com certeza. É uma casa fina, sofisticada, elegante. Não será permitido freqüentá-la sem camisa.

BC: Entendi. Vai trabalhar com o sistema de promoters?

Baracho: Sim, vou.

BC: Já montou a equipe?

Baracho: Ainda não, essa é a parte mais difícil.

BC: Por quê?

Baracho: Porque além de ter que ser pessoas conhecidas do público, tem que se dedicar muito. É um horário de trabalho muito puxado.

BC: A The One tinha se tornado outra boate a pouco tempo. Como foi esse processo?

Baracho: Bom, eu peguei já como Insomnia. Não sei como foi o processo.

BC: Já tem média de preço da entrada?

Baracho: R$ 40,00 de entrada, R$ 60,00 de consumação. Com nome na lista, R$ 40,00 de consumação.

BC: Você pode nos adiantar algo da inauguração? Atrações?

Baracho: Ainda não está fechado, acho que amanhã eu posso te dar algumas novidades legais.

BC: Obrigado pela entrevista, Diogo. Tenho certeza que será um sucesso e torço por isso!

Baracho: Obrigado.

Terminada a entrevista, Baracho me pediu dicas e eu dei várias, mas falei para ele ficar atento aos comentários que surgissem aqui pois revelaria muito sobre o gosto do público capixaba. Portanto, caprichem.

Fofoqueenha

22/01/2010

Nova casa noturna abre no fim do ano no centro de Vitória e promete agitar a capital. Como sei? Fui convidado pra ser promoter. Aceito?

Dizem que…

17/11/2009

… uma boate vai fechar.


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 3.052 outros seguidores