A atual prefeitura de Vitória é homofóbica?


por Dé

Segundo os organizadores do Manifesto do Orgulho LGBT do município, sim. Vejo o pronunciamento que eles postaram hoje no Facebook:

O Fórum Estadual LGBT do ES informa que vem encontrando resistência da Prefeitura de Vitória na liberação do alvará para o 9º Manifesto do Orgulho LGBT do município, programado para a tarde e noite deste domingo, 11 de janeiro. O evento, em que nunca foram registradas ocorrências policiais ou confusões em 8 anos de história, está tendo sua duração reduzida em 2 horas, um terço do tempo de festa.

Lembramos que sempre cooperamos e acatamos recomendações da prefeitura quanto à organização do Manifesto. Inclusive modificamos itinerário da parada e local do palco, afastando-os da zona residencial.

Este Fórum, na pessoa da militante Deborah Sabara, não vai recuar e ceder a mais pressões homofóbicas e transfóbicas. O objetivo do manifesto de dar visibilidade a LGBT e promover a celebração da diversidade está sendo combatido diretamente pela Prefeitura, como nunca antes em sua história.

Babado, hein? E agora, prefeito Luciano Resende? A capinha de moderno fica só na pistazinha pros skatistas no calçadão?

É uma grande pena que uma cidade linda, com espaços públicos tão bacanas como seja a cidade de Vitória só privilegie eventos particulares e cada vez mais voltados para dentro dos muros de instituições privadas. E isso não é de hoje.

Não precisa ir longe: é curioso como o esquema de transito funcionou muitíssimo bem para o show do Paul Mccartney – evento privado e elitista – e foi um lixo na virada do ano de 2015 – evento público e de ocupação popular (teve gente que só conseguiu sair de lá de manhã, por falta de transporte público, foram horas de trânsito parado, um horror!). Isso não é apenas uma coincidência, mas uma evidente opção política que precisa ser revista. A cidade não é um lugar apenas para residir e trabalhar, mas também um local de vivência, encontros, lazer e cultura, por que não?

Por mais políticas públicas de ocupação da cidade! Por mais eventos culturais em espaços abertos e públicos!

Libera a parada gay, prefeito! Libera, Luciano!

“Bola de demolição” no cu


Não tem o clipe babadeiro da Miley Cyrus, aquela moça que teve um deslocamento na língua  e não consegue mais deixá-la dentro da boca, o ?! Então, não tem também aquele site, o  Chatroulette, aquele que você fica passando aleatoriamente parceiros para conversar/ver/assistir?! Então, imagina que você está lá esperando algo/alguém e aparece isto:

Fogo no rabo! ADORO!

Top Drag ES 2013: resultados comentados


Vencedora Top Drag ES 2013_Nick Sthaufer

“Arrasei, quirida!”

Com grande honra e responsabilidade que aceitei ser jurado de um dos concurso da noite gay mais importantes do estado: o Top Drag. A responsabilidade é grande, pois as meninas investem muito tempo para elaborarem suas performances e figurinos, além de dinheiro. Sem contar a expectativa de receber a faixa que abre portas para se estabelecer no mercado de show performáticos de todo o país.

Os quesitos eram claros: dublagem, visual (incluía figurino, make-up, cabelo etc),  performance e originalidade. Qualquer um desses quesitos poderia levar a candidata a vitória ou a ruína. A avaliação de alguns quesitos eram óbvios como a dublagem e o visual, sendo aquela quem sincronizava melhor os movimentos dos lábios com a música executada e esta quem estava esteticamente mais bonita e interessante.

Muito justa e honesta.

Já performance, por exemplo, é uma qualidade mais subjetiva; alguns considerariam saber bater bem cabelo. Na minha avaliação, é quem causava mais comoção no público, despertando sentimentos, explodindo em pulsão de energia coreográfica e que é coerente com a “personagem” que está realizando no palco. A originalidade é aquela que traz algo novo no que é feito até então por outras drags, que reinventa o fazer performático.

Foram ao todo 11 candidatas, mas comentarei apenas as 5 primeiras colocadas (em ordem decrescente de colocação), destacando os pontos fortes e fracos, pois se para ver tantas candidatas para muitos foi complicado, imagina ler sobre…

Mas chega de enrolação e vamos ao que interessa, as top drags:

————————–

isa5° – Isabelly Bennett

A produção estava simplesmente um luxo: uma roupa de fundo branco fechada nas pedrarias literalmente dos pés a cabeça – riqueza, beu abôr! Brilho, brilho brilho! Ela entrou usando uma máscara toda trabalhada nos swarovski.  Se não ficou melhor colocada foi por sua performance e dublagem serem pouco precisas.

.

rayssa4° – Rayssa Sheiffer

Rayssa tem o mérito de mesmo com pouco tempo de montagem já ter criado uma imagem própria forte. Rayssa se destacou pela performance, especilmente pelo bate cabelo, possivelmente o melhor da noite. A dublagem também foi super bem executada. No entanto, Sheiffer não impressionou no visual e trouxe pouca novidade, nem em relação ao seu trabalho, nem em relação às outras.

.
cyrax3° – Cyrax Simon

Tenho um grande apreço pelo trabalho dela, pois, assim como Rayssa, imprime como poucas sua marca, ímpar. Se o concurso fosse de maquiagem corria sério risco de vencer, pois a make estava simplesmente irrepreensível. O visual estava lindíssimo. A performance em vários momentos foi de arrepiar, assustadoramente passional.

.
kyara2° – Kyara Sthingyrl

Era umas das minhas indicadas a vitória e uma das preferidas do público, tendo arrancado palmas e gritos apaixonados de “já ganhou”. O visual estava fabuloso! A produção em tons laranjas fluorescentes  estava tão apetitosa, que dava até vontade de morder. O make-up desenhado de forma precisa e impecável davam a ela um olhar hipnotizante. A maior característica de Kyara certamente foi a performance: forte e eletrizante! Empolgou o público e quase deu a ela o grande prêmio da noite.

Aqui o vídeo da apresentação.

.

nick1° – Nick Sthaufer

Daí você pergunta: se Kyara foi tão bem, por que não ganhou?

Drag queens são pessoas que tem que dar show e não seguir uma cartilha. O que deu a Nick a vitória foi a originalidade de seu trabalho. Ela corresponde ao que foi Draken (2010) e Ryslen (2011) que em seus respectivos anos venceram pela inovação que as diferenciaram das concorrentes. Nick ganhou pois além de estar com um visual belíssimo e ter imposto uma dublagem competente, trouxe um conceito claro, forte e criativo.

Era evidente o “tema” da apresentação que referenciava as touradas espanholas, sendo que era ao mesmo tempo o toureiro e o touro, ou seja, vítima e algoz. Com isso, ela fugiu da obviedade da performance, leia-se “bate-cabelo”, e imitava movimentos que remetiam ao taurus. Além disso, surpreendeu em vários outros momentos, como quando ela tirou os chifres e exibiu uma peruca tradicional de drag, mas pra surpresa geral, tirou essa peruca também, exibiu seus cabelos naturais, que formavam um moicano comprido. Ao fazer isso, saiu uma nuvem de glitter de sua cabeça. Quando ela bateu cabelo, o espaço foi tomado por uma névoa de brilho e fez com que todos fossem “contaminados” de alguma maneira por sua mágica.

Estava tudo muito bonito e interessante. Deu espetáculo! Deu show! Mereceu! Parabéns a ela e aos envolvidos.

P.S.: Nick não é a cara da JujuBee?

————————–

De maneira geral, o saldo do Top Drag foi extremamente positivo. A competitividade e empolgação das candidatas gerou um show incrível, estão todas de parabéns. Quem ganhou foi o público que soube retribuir com seus aplausos e vibração.

E que venha o Top Drag 2014 com mais surpresas, glamour e novidades!!!

Veja mais fotos do evento em LGBT-ES.

Em Vila Velha, homem troca mulher pelo sogro


Do Bobagento:

Oswaldo Nunes Bissoli, 37 anos, comerciante e persona non grata na Família Oliveira Lafaiette. O estopim para o ódio se deu a partir da revelação que genro e sogro mantinham relações íntimas em segredo e desejam tornar público o amor que compartilhavam.

Antonio Novaes Lafaiette, 60 anos, bancário e pai de três filhas surpreendeu amigos e familiares ao abandonar o lar onde viveu por 32 anos para viver com Oswaldo este amor ‘proibido’. Natália Oliveira Lafaiette, 59 anos, aposentada e abandonada está à base de ansiolíticos desde que soube do fato.

As famílias que moram no município de Vila Velha no Espírito Santo nunca suspeitaram que a amizade entre genro e sogro transcendesse os limites fraternais. Ambos durante anos cultuavam o hábito de pescar e por isso viajavam pelos recantos mais belos do Brasil em busca de rios em que pudessem colocar suas varas.

A impactante descoberta se deu quando Oswaldo pediu para seu cunhado A.O.L. 17 anos formatasse seu computador. Curioso o jovem decidiu “conhecer melhor” o computador antes de realizar o serviço. Neste momento ele se depara com uma pasta repleta de fotos íntimas do sigiloso casal.

Karina Oliveira Lafaiette 35 anos, professora e esposa traída, num momento de fúria decidiu enviar as fotos íntimas deles para amigos e familiares do casal e hoje responde a um processo por violação de privacidade. Quem viu as fotos diz que o comerciante possuía uma ‘pequena empresa’ enquanto o seu sogro era detentor de um ‘grande negócio’.

Sou da seguinte política: ninguém é obrigado a ficar com ninguém. Se o amor surgiu ali, paciência. Se para eles não há qualquer problema moral, tudo bem, quem somos nós para julgá-los. Que sejam felizes.

É domingo!


Acontece no próximo domingo a Parada Gay 2012 de Vitória-ES! Segue a programação:

 

SERVIÇO:

VII Manifesto do Orgulho LGBT de Vitória 

Data: 02/12/2012 (domingo)

Hora: 14 horas (mas a parada mesmo começa às 16h).

Local: Orla de Camburi (concentração do pier de Iemanjá)

Atrações: Jéssica Telles, Risley, Leona Kiss, Hanna Ketley, Tais Spiller, Dj Magno Brasil, banda Motumbaxé e Odomodê.